06 DEZ 2017

Pelas ruas da cidade, em missão!

Os missionários já são notícia de primeira página nos jornais da cidade. A juventude está fazendo bonito e mostrando seu rosto para toda comunidade caxiense…

A semana dos missionários está com a agenda cheia, mas cheio também está o coração dessa galerinha que está no maior pique… mesmo sob os 41º que está fazendo na cidade!

 

Mas nem tudo é sombra e água fresca por aqui querido leitor, os meninos estão rodando todas as realidades da Diocese de Caxias, o registro acima foi um breve, e digamos “brevíssimo” momento de descanso! Vamos conferir um pouquinho dessa agenda missionária, que vamos combinar… haja fôlego para aguentar!

Fazenda da Esperança e Lar São Francisco

Na segunda-feira meninos e meninas se dividiram, eles foram para a Fazenda da Esperança e elas para o Lar São Francisco.
A fazenda possui um belo trabalho que até já apresentamos aqui, na realidade de Caxias entretanto somente a fazenda masculina existe, então nossos meninos foram convidados a partilharem um dia vivenciando toda a realidade dos internos da comunidade. Primeiramente foram acolhidos na manhã na capela da instituição, em seguida se apresentaram e partilharam a alegria de estar no momento do Advento ali. Após o momento inicial houve a divisão de grupos e cada jovem foi direcionado a uma atividade da fazenda.

E eles pegaram no batente de verdade, oras, pensam que missionários tem medo de cabo de enxada, ou lavar louças, ou cozinhar… para preservar os internos da Fazenda da Esperança não vamos postar imagens dos mesmos aqui, mas testemunhos fidedignos afirmaram que os meninos fizeram bonito: capinaram, lavaram louças e até aprenderam a fazer biscoitos! Quem se aventurou na cozinha foi o missionário Fábio da cidade de São Domingos – MA.

Mas, muito além do trabalho partilhado, nossos meninos saíram de lá com a sensação de dever cumprido pela missão. Durante uma conversa e outra um interno partilhou com Rafhael nosso missionário de Mato Grosso do Sul, que se sentia muito sozinho, que estava ali há 11 meses e não recebia visitas “isso me marcou muito, pois ele sabe que ao sair dali vai ser tudo diferente e ele não tem noção do que lhe aguarda, e isso machuca, pois tem família na cidade de Caxias e não os vê”, partilhou Rafhael.

Não muito distante dali as meninas foram para o Centro Educacional São Francisco, um lar cuidado pelas irmãs que auxiliam com reforço, alimentação e catequese moradores da comunidade da zona periférica de Caxias. No local as meninas realizaram momentos de recreação com as crianças. Quem conduziu um dos momentos de um Teatro foi a leiga consagrada Ana Carolina da comunidade Mater Dolorosa de Jerusalém do Rio de Janeiro, que carinhosamente era chamada de Tia Carol pelas crianças.

Após um dia inteiro de atividades no Centro Educacional as missionárias foram conhecer a realidade das casas onde essas crianças vivem, e para a Irmã Maria Marta Silva Santos, Congregação das Franciscanas da Ação Pastoral, foi um momento único, apesar do cansaço que o relevo da região traz ao fazer todo o percurso a pé.

 

E assim, pelas ruas da cidade de Caxias nossos missionários vão levando e também colocando nas suas bagagens muito desse povo!

Uma mensagem partilhada entre eles se faz verdade:

“Ser missionário é dar a vida por Deus e pelos irmãos! Ir em missão não é fazer turismo e Jesus adverte seus discípulos: encontrareis perseguições. O papa nos ensina que se realmente estivermos dispostos a entregar a vida pelo evangelho não podemos esquecer que a cruz também nos espera…” 

Muitos estão sendo os desafios que essa galerinha enfrenta, mas inúmeras e superiores são as graças que os missionários estão colhendo!
Caxias é solo fértil e Deus está cuidando mais uma vez da obra dessa juventude!

 

Por Maria Emília e Flávio Medeiros dos Jovens Conectados que estão acompanhando a missão no Maranhão.

 

 

Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top