02 SET 2019

Humildade e unidade: futuro cardeal português comenta anúncio do Papa Francisco

Dom José Tolentino Calaça de Mendonça estava celebrando missa em capela na cidade de Lisboa quando recebeu a notícia do seu cardinalato.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Entre os nomes anunciados pelo Papa Francisco para o próximo Consistório de 5 de outubro está o do português Dom José Tolentino Calaça de Mendonça.

O futuro cardeal é natural da ilha da Madeira e era vice-reitor da Universidade Católica Portuguesa quando foi convidado pelo Pontífice a pregar o retiro de Quaresma para a Cúria Romana em 2018.

Em julho do mesmo ano, o Papa o nomeou arquivista do Arquivo Secreto do Vaticano e bibliotecário da Biblioteca Apostólica, elevando-o à dignidade de arcebispo.

Em entrevista à colega Benedetta Capelli, Dom José Tolentino Calaça de Mendonça explica como recebeu a notícia de seu cardinalato:

“Eu estava a celebrar missa numa pequena capela em Lisboa e no fim da celebração recebi essa notícia através de outras pessoas. O meu primeiro sentimento, que ainda ressoa no meu coração, é aquela frase, aquele imperativo que Jesus dizia no Evangelho de ontem: “procura o último lugar”. E senti isso com muita clareza nesse chamamento que o Santo Padre me faz e que, de fato, é um chamamento para um serviço mais radical e com uma humildade muito grande na colaboração com o Santo Padre e com a unidade de toda a Igreja.”


Assuntos


Compartilhe esta publicação
Nossas redes sociais
Top